27 de setembro de 2019

Primeiro Amor…

  Voa, voa para o céu, balão! Leva embora minhas dores, Acalma meu coração…   A infância nos mostra Que o importante é brincar Vamos crescendo, crescendo… E de repente! Esbarramos o nosso olhar…   Inocente, percebemos um sentimento Diferente… Que mostra o quanto é bom Estar perto…   Mas um dia, nosso alvo Vai […]

25 de setembro de 2019

Afinal, o que é correto em língua portuguesa?

  Ainda hoje há os puristas da linguagem, aqueles que fazem questão de apontar todos os erros possíveis e impossíveis no que as pessoas escrevem o dizem. São os policiais linguísticos da norma padrão, eles não a usam o tempo todo e nem com eficiência, mas são capazes de ver e ouvir os menores erros […]

19 de setembro de 2019

Novo Acordo Ortográfico e a VelhaNovaPolítica

  Confesso que poucas notícias sobre a atuação parlamentar esse ano me causaram tanto estranhamento, quanto a proposta vinda de uma comissão para assuntos educacionais da câmara baixa do Congresso Nacional que propõe o fim do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, firmado há mais de 10 anos e em uso desde então. O tal deputado […]

18 de setembro de 2019

Voltamos ao passado

Naquela rua de chão batido, papai estacionava o caminhão na esquina, morávamos ao lado. Um herói sem capa e com poderes de amar, proteger e viver pela família descia do caminhão. Cansado e feliz por rever a família. Chegava e abraçava todos nós, felicidade completa. Depois, quando deixou de ser caminhoneiro, mudamos para a fazenda, onde […]

28 de agosto de 2019

LÍNGUA E PODER: A NORMA INATINGÍVEL

  Falar, escrever, usar a língua no cotidiano acontece em meio a muitos problemas. Mesmo quem usa o idioma na sua profissão não está livre de cometer erros crassos. Não estou falando de desvios da norma culta, mas de abusos de poder, práticas de silenciamento e desrespeito com os usuários da língua. Mais comuns do […]

27 de agosto de 2019

Encontro

De repente A porta se abriu Os olhares contidos Brilharam de emoção O peito inflado Segurava os batimentos Que teimava em pulsar forte… Um aperto de mão Um sorriso desconcertado Entre o querer E o desejo controlado… Poucas palavras Despropositadas, Vagas, Devaneios implícitos Inusitados… Despedir,com vontade Do reencontro Almas separadas Quando as portas se fecham…

3 de agosto de 2019

O valor do amor

  Por que quando te beijo Fecho os meus olhos e  começo a sorrir? Porque tudo o que quero Não é ver, é sentir…   Sentir o frio na barriga As pernas tremerem E o ventre contrair…   Os arrepios no corpo O prazer na alma A mão que segura meu rosto E me acalma… […]

17 de junho de 2019

Rosa Rebelde

Observando suas olheiras Vi que algo em ti, Mal fazia Esgotando suas forças Sua mente consumia   Triste seu semblante Apresentava-se Atordoada, notei que estava. Ao longo do dia Em ti repousei Meu sentido Tentando descobrir o motivo   Rebelde seu olhar fugia Cada vez que o meu encontrava Ah!Como és bela, ó Rosa fulgidia! […]

30 de maio de 2019

Turbulências

O mar revolto Traz lembranças suas Ao chegar diante de meus olhos Afoito de saudades   Turbulento com ansiedade Do encontro Como as ondas tocam A areia e carregam consigo Por um tempo, Você me leva…   Devolve-me como a maré Traz um pouco de mim e leva Entre as muitas águas Vou flutuando em […]